No Capítulo anterior...

Cecília e Víctor travaram um diálogo nada otimista e mais uma vez decepcionaram-se um com o outro.


― O que você está fazendo aqui?

― Como acha que chegou aqui? – Indagou Víctor ao invés de responder-lhe. O que fez Cecília lembrar-se do momento em que desmaiou na porta do elevador. 
― Ah, obrigada?
― É o mínimo, não?
― Talvez. 
Então, levantou-se do sofá e caminhou em direção a ele.
― Você já pode ir, eu já estou bem.
― Claro, só estava esperando você acordar para ratificar-me de que estava bem.


                                                                                                         * * *



Fez menção com a cabeça e ergueu a mão direita em direção a porta. Víctor entendeu o recado. Entendeu que ter sido bom havia piorado as coisas. Que não deviam ter dado continuidade aquela primeira conversa. Que Cecília era propícia a confundir as coisas. Que deveria ter tido mais cautela e entendeu que agora talvez fosse melhor ir embora… Talvez. Ao sair pela porta, permaneceu parado esperando que Cecília viesse fechar e sem mais nem menos segurando uma de suas mãos apoiada na porta puxou-a para fora do cômodo, deixando a porta bater atrás do corpo da mesma. Seus olhos passeavam pela face de Cecília e suas mãos brincavam com seus cachos entre os dedos. Ambas as respirações começavam a mesclar quando Víctor desprendeu-se da menor e deu de ombros andando lentamente em direção ao elevador, assim como fizera da ultima vez. Deixando ali uma Cecília confusa, magoada e estática. Com vontade de socar-lhe a face, com vontade de nunca te-lo amado, beijado… Conhecido.

Logo voltou a si e percebeu que estava parada de costas para seu restaurante favorito, fitando incansavelmente cada detalhe de seu antigo apartamento e que tudo não passou de uma lembrança. Respirou fundo, colocou o fone de volta no ouvido e continuou a caminhar sem rumo. Certa de que o apartamento devia ser vendido, certa de que seu lugar não era mais ali.

 * * *

Obrigada à todos que estiveram acompanhando minha primeira web serie (que deu certo). É motivo de muita alegria para mim, saber que existem pelo menos duas pessoas acompanhando. Obrigada mesmo, de coração, mas infelizmente Souvenir chegou ao fim. Até o próximo projeto caros leitores. Beijos especiais da Lari! <3

Reações: