Capítulo 05 - A Causa do Medalhão

E todos incentivaram Noah dizendo o seu nome várias vezes: “Noah, Noah, Noah, Noah, Noah, ele está conseguindo, viva, Noah é um herói”, entre vários outros elogios, após algum sacrifício Noah finalmente consegue resgatar Ashley e quando ele olha para ela acordando e cuspindo água percebe uma sensação estranha, parecia que a sua face estava vermelha e quente, o seu coração palpitando um pouco forte e ele acabou ficando com fadiga baixa também e creia: “Não era porque estava nadando!”.
Ashley olha para o garoto já perguntando:


- Quem é você?
- Eu te salvei – disse Noah um pouco nervoso e com os olhos grandes olhando para aquela bela menina.
Noah percebe que estava todo o rodeando e vibrando com as ações repentinas e heroicas do jovem, logo ele acha que não deveria receber tantos créditos e vai embora.
Ashley fala com ele segurando em sua mão:
- Espera aonde você vai? Meu pai precisa saber que foi você quem me salvou.
Noah solta da mão da menina e vai embora, o Rei Damian junto do frade Sawyer aparecem tarde, mas encontram Ashley viva sendo a única coisa importante naquela hora. Noah encontra Joshua molhado e aparentemente nervoso.
Joshua acha estranha à forma que Noah estava e pergunta com a boca cheia de comida:
- O que andou aprontando por aí?
- Depois te conto cara, não quero falar sobre nada agora, mas acho melhor você parar de gastar o nosso peso. – mudou de conversa Noah.

- Estranho isso, não liga para gastar todo o peso, essas moedas eram de James mesmo, estava tudo lá em Manhattan. – respondeu Joshua.

No meio daquela tarde, Joshua estava dentro do navio Clipper dormindo, enquanto isso Noah apenas estava comendo uma maçã dando pequenas mordidas, obviamente com a mente longe daquele lugar, então para refrescar um pouco a memória decide sair do navio e voltar para as barracas de Buffalo. Ele estava andando no meio daquele grande povoado, a maioria das pessoas já não lembravam que era ele quem tinha salvado a vida de Ashley, outras ainda se lembravam daquele lance heroico ocorrido há poucos minutos antes. Quem seria melhor para ele se deparar naquele momento do que Ashley? Dito e feito, Noah andava pelas avenidas daquela cidade até que o seu coração mudou de vez.
E a garota se aproxima dele:
- Olá, foi você quem me salvou certo? Preciso lhe agradecer e muito pelo que fez me chamo Ashley.
- Prazer, sou Noah. Que nada, você já está melhor? – perguntou Noah.
- Sim... E ao mesmo tempo não. – se entristeceu a jovem.
- Por quê? – perguntou Noah.
- O menino no qual eu estava correndo atrás roubou o meu medalhão que era artefato raro da família. Agora os meus pais vão me matar, por isso ainda estava procurando aquele ridículo. – explicou com um semblante triste Ashley.
- Compreendo Ashley – quis saber Noah.

Continua...
Reações: