David estava de frente para um publico enorme, todos gritavam seu nome, ele estava em festival de musica eletrônica como atração principal e sorriu. David acordou com alguém batendo na sua cabeça.

- Acorda ai cara, chega de sonhar!- alguém falava.

David abriu os olhos e viu uma figura de cabelos loiros arrepiados. Era Chad, seu melhor amigo, naquela hora nem tanto assim.

- Droga Chad, me deixa dormir!- David disse sonolento.

- Não vai dar, hoje é segunda e tem teste de história!- ele disse.

Chad olhou para a cama de David e viu que ele nem se movimentava.

- Ah é, seu gordo preguiçoso!

Chad aumentou o volume do rádio, fazendo ecoar rock por todo o quarto, foi fatal, David acordou esperto.

- Ok, abaixa isso!- ele gritou.

 Chad fez o sinal de negativo com a cabeça, ele tinha o cabelo loiro arrepiado, olhos azuis e um corpo definido, ele estava vestido com uma jaqueta preta, camisa vermelha escura, jeans e All-Star tradicional. David levantou da cama, ele era gordo, o cabelo liso cobria o pescoço e olhos castanhos.

- Vai banhar!- Chad falou.

- Ok, pai!- David ironizou.

 Depois do banho David parou de frente para o espelho, os olhos castanhos agora pareciam limpos e o cabelo estava quieto com o creme, algumas espinhas brotavam do rosto, depois ele saiu para o quarto, os dois conseguiram comprar um pequeno apartamento perto da escola com autorização. David vestiu uma camisa xadrez vermelha jeans azul e All-Star branco, depois arrumou a bolsa e desceu as escadas com Chad, na calçada estava estacionado seu Dodger Neon 1995, os dois entraram no carro partiram rumo à escola.

David estacionou, havia muitos carros melhores que o seu, mas de alguma forma aquele carro tinha ganhado a sua graça, travaram a porta e caminharam para dentro do prédio, os corredores escolares parecia um formigueiro só que bem desorganizado, o sinal tocou e todos entraram em suas salas, David e Chad sentaram lado a lado e depois a professora de história entrou na sala com alguns papeis na mão.

- Perfeito!- disse Chad.

- É, nada como um teste de história para começar o dia!- concordou David.

A professora colocou os papeis na mesa e olhou para os dois.

- David Younks e Chad Stone, eu sugiro que não conversem muito durante o teste e nem os outros alunos.


Depois do teste os dois esperaram outra aula e outra aula, os alunos só tiveram folga ao meio-dia quando o sinal toca para o almoço e os dois foram para o refeitório, pegaram uma bandeja com a comida e os dois sentaram-se em uma mesa, o refeitório estava movimentado e barulhento. David tirou os fones e o celular do bolso e colocou para tocar sua playlist do David Guetta.

- Acha que foi bem no teste?- David perguntou.

- Acho que sim!- Chad respondeu dando as primeiras garfadas no seu almoço. – Quer dizer, eu não amo aquela matéria, mas acho que fui bem!

David deu as primeiras garfadas no seu almoço e às vezes achava que a mesma rede que fornecia comida para a prisão era que fornecia para a escola também.

- Você teve aquele sonho outra vez?- perguntou Chad depois, com a boca um pouco cheia.

- Sim, eu tive como você sabe?- David perguntou.

- Você sempre está sorrindo e fala coisas, como se estivesse em uma apresentação!- Chad falou terminando seu refrigerante.

David tinha contado os sonhos que estava tendo, como se ele estivesse em uma apresentação de musica eletrônica, no palco, mas como David gostava de dizer ‘‘Eu sou capaz de ter sonhos incríveis estando acordado, imagina quando eu estiver dormindo’’.

- Ele fica se repetindo, já é uma semana tendo só essa parte!- David falou dando fim no seu almoço.

- Talvez isso seja um sonho do seu sonho!- Chad falou.

 David pensou se talvez Chad estivesse certo, ele amava musica eletrônica house e desde que isso entrara em sua vida, o sonho veio, se tornar um DJ famoso.

- Talvez então se for assim, tomara que se realize!- David disse sorrindo.

David terminou o almoço e se encostou à cadeira ouvindo musica, ele sempre adorava aquela sensação relaxadora que a musica lhe proporcionava. Chad também se encostou perto do amigo, os dois sempre tiravam o resto do tempo para conversar e depois voltar às aulas.

- Parece que a Julie ta de olho em você!- David falou para o amigo.
- O que?- disse Chad.

Chad olhou para a mesa onde estavam algumas garotas, Julie fazia o tipo de patricinha, loira, roupa da moda e bonita, pena que sua simpatia não era tanto assim.

- Julie cara? Está maluco?- disse Chad.

- Não, ela olha pra cá e depois sorrir para as amigas!- disse David.

-Nem vem com essa, ta na cara que ela não flertando comigo. – Chad disse dando mais uma olhada para o grupo.

- Ah cara, por que não?- disse David sorrindo.

- Por que eu sei que ela só quer diversão e eu sei diferenciar um envolvimento sério de uma diversão!- disse Chad. – E nesse momento eu estou querendo algo sério!

David riu e se não fosse o barulho no refeitório a risada seria escandalosa.

- Desistindo da vida de pegador?- ele disse.

- Sim!- respondeu Chad.

David conhecia Chad há muito tempo e sabia da sua fama de pegador, agora parecia que o rapaz queria algo sério mesmo.

- E você, alguém em vista?- perguntou Chad.

E lá vamos nós outra vez pensou David. David não gostava de falar muito sobre a vida amorosa, mas o seu melhor amigo tinha uma vale para ouvir isso.

- Você me conhece!- David falava em pausa, cada palavra. - Eu estou ai e por ai!

Chad sorriu, achava a capacidade de dobrar o assunto do amigo uma graça. David por outro lado só sentia-se confortável falando isso com Chad, em sua vida de 16 anos ele nunca havia namorado.

- Tudo bem, eu acho que entendi a resposta!- Chad disse por fim.

Os dois passaram mais alguns minutos jogando conversa fora antes de voltar para a sala de aula, depois que o sinal tocou os dois voltaram para a aula até a tocar o sinal para a saída. Os dois caminharam lentamente até o Dodger de David, quando os dois entraram no carro eles suspiraram, o dia era sempre cansativo e olha que só era começo de semana. David ligou o carro e saiu da escola.

David abriu a porta do apartamento barato e só agora via a bagunça, o apartamento continha uma cozinha aberta para a sala com um sofá e uma TV, o corredor dava acesso a dois quartos.

- Cara!- disse David entrando e fechando a porta. – Isso aqui ta uma bagunça.

 Chad jogou sua bolsa no sofá e foi para a cozinha beber água.

- Está arrumado cara!- ele disse.

David caminhou até o sofá e se deixou cair, ligou a TV no noticiário e disse para Chad.

- É está arrumado, mas hoje é seu dia de fazer a faxina e o jantar!- disse David colocando as pernas para cima.



Chad terminou de limpar a casa às seis horas da tarde, pela janela dava para observar os tons alaranjados entrando por ela e ele acabou por sentar perto de David assistindo o resto do noticiário.

- Você está fedendo!- disse David para Chad.

- Você também!- Chad retornou.

- Ok então, eu faço o jantar e você vai banhar!- disse David se levantando.

Chad se levantou e se esticou caminhando para o corredor.

- Eu sempre consigo fazer com que você cozinhe!- disse o amigo.

David sorriu, ele sabia cozinhar, antes de sair de casa sua mãe lhe ensinou tudo e então ele às vezes cozinhava para alguns amigos e na maioria das vezes recebia bons elogios. Chad saiu do quarto caminhando para a sala, ele tinha colocado roupas limpas, sua camisa dos Ramones e uma bermuda, bem à vontade.

- Então!- ele disse sentando-se a bancada da cozinha. – Você fez o que?

David se virou com um prato.

- Bife com ovos!- ele disse.

Os dois sentaram-se à mesa para comer todo o jantar, naquele momento os dois aproveitavam para resumir o seu dia e que sempre acabava em piadas e escandalosas gargalhadas durante o jantar, ao final Chad lavou os pratos enquanto David ia tomar banho, como os dois brincavam, eles eram uma pequena família feliz.

Depois os dois ficaram no quarto de David fazendo as atividades escolares, um musica tranquila tocava baixo no fundo, David estava com os livros espalhados pela cama e com o notebook ligado, Chad estava na mesma situação só que no chão. Meia- noite Chad foi para o seu quarto, David arrumou o quarto e se deitou com o celular e os fones de ouvido, musica tranquila para uma noite tranquila.

Reações: