Prólogo

Era dia 12. Yago não queria levantar do sofá. A televisão estava ligada, mas ele não prestava atenção. Se o telefone tocasse, ele ignoraria. Não estava no humor para falar com ninguém. E, além do mais, poderia ser ela. Ela, que quebrou seu coração. Na verdade, ele pensou, ambos quebraram o coração um do outro.

Ela se entregara para ele. Ele a acolheu em sua vida. Só de lembrar tudo o que acontecera entre eles, seus olhos se encheram de lágrimas. Ele piscou, para impedí-las de rolarem por seu rosto. Que idiotice era aquilo. Já fazia semanas desde o fim. Ele deveria seguir com a vida. Ela com certeza seguiu. Devia estar com outro, em outro lugar, feliz. Para que se assombrar, então?

Ele sabia que era mentira. Não poderia seguir em frente. Não tão fácil. Ela também não. Ambos passaram lindos momentos juntos. Ele deveria ligar para ela. Mas cadê a coragem? Mesmo que, no fundo, o amor ainda existisse, ele temia que ela dissesse não.

O telefone tocou. Ela ligara. Uma explosão de sentimentos ocorreu naquele momento. Paixão, dúvida, medo... esperança. "Não", ele pensou. "De novo, não". Ele deixou tocar. O medo o dominou. Ele não podia passar por aquilo de novo, por aquela dor.

Duas lágrimas escaparam de seus olhos quando o telefone tocou pela última vez.

Bem, essa foi a minha redação da semana passada que acabou por virar um história inteira. Espero que vocês gostem, senão vou pensar que meus amigos que disseram que era um ótimo texto estavam de sacanagem comigo XD Mas enfim, o primeiro capítulo deve sair na sexta, e toda sexta haverá um novo capítulo. Não será uma história grande, a não ser que gostem MUITO dela. Enfim, curtam esse pequeno "texto", esperem um pouco pelo próximo capítulo e, enquanto isso, curtam as Besteiras XD
Reações: